10 maneiras de dormir melhor, segundo as Leis da Natureza

Por Terezinha Gnoatto

Quantas coisas flutuam a nossa volta e passam despercebidas simplesmente porque não podemos ver, tocar ou sentir. No entanto, sendo visíveis ou invisíveis, integram o universo regido pelas inexoráveis, inflexíveis e implacáveis leis naturais.  

Por isso, conhecer um pouco sobre as leis da natureza pode levar você a evitar inúmeros distúrbios e problemas, o que é muito vantajoso.

A Física explica que o universo está estruturado em camadas e que tudo está interligado com tudo o mais, organizado e sincronizado na mais perfeita ordem.

E que cada elemento existente, seja orgânico ou inorgânico, é sustentado por dois campos fundamentais – o campo de força e o campo da matéria.

No campo de força temos, por exemplo, o eletromagnetismo (ex: ondas do celular), a gravidade e as forças nucleares.

No campo da matéria temos elementos orgânicos (uma folha qualquer, um grilo e o próprio ser humano) e inorgânicos (como sal, cobre, ouro).

E o que sustenta estes dois campos? Você tem alguma ideia?

É justamente a inteligência da natureza que subjaz a tudo no universo.

Olhe a sua volta e perceba quanta coisa se move, com vida e função própria.

Sinta o movimento e frescor do vento. É incontestável que há uma ordem inerente a cada fenômeno natural, o que indica que há uma inteligência atuante em tudo. O crescimento de uma planta, o movimento dos planetas, em cada estrutura e em cada atividade há inteligência.

E a inteligência humana está atrelada a essa inteligência total que tudo comanda.

Há inúmeros estudos que justificam os níveis de inteligência em cada coisa e estes atrelados a uma inteligência maior, absoluta, eterna, imutável, soberana e onipotente. No caso dos seres humanos, o seu poder interno, o potencial mental.

Se você facilitar para que esta ordem permeie sua vida, vários obstáculos ou distúrbios, entre eles o do sono, passam a não existir, espontaneamente.

Qualquer situação tem uma causa que produz um efeito. E nesse processo de causa/efeito/causa, a vida se movimenta e progride ordenadamente se você estiver em sintonia com as leis naturais.

Para tanto, você deve tomar alguns pequenos cuidados com as bases (causas) de suas ações diárias.

Basta você observar um pouco melhor as coisas do seu cotidiano e tomar algumas medidas simples.

Não infringir as leis naturais equilibra a vida e o sono – Fazer o mínimo e obter o máximo. Assim funcionam as leis naturais. A natureza é econômica e exige que cada um de nós realize mais, usando menos energia e recursos.

Aqui vão algumas indicações para cumprir as leis da natureza que são normas que regem todo o universo e os fenômenos naturais.

1.  Faça aquilo que lhe cabe

É aquilo que é natural que se faça, aquilo para o qual se nasceu.

Isso quer dizer que envolve todas as boas ações que uma pessoa desempenha para viver bem e evoluir.  A certeza de que tais ações estão de acordo com as leis naturais, está em desempenhá-las sem sentir tensão.

Se assim for, há harmonia entre o agente e o seu trabalho.

O critério para estar em sintonia com as leis naturais é adotar métodos que suavizem o fluxo da vida. O mais importante é sossegar a mente, que mantêm a sobrevivência do corpo em equilíbrio.

Portanto, é prudente que se abra a mente para aprender critérios que mantenham em ordem o aspecto mental, físico, emocional e espiritual, preferencialmente numa única investida.

Silencie e medite sobre o quadro de sua vida hoje e parta para um novo conceito.

2.  Evite forçar a barra sobre as necessidades da vida.

Você já se deu conta que muitos dos seus desejos não são exatamente seus?

As pessoas são induzidas a adquirir coisas com a promessa de felicidade, sucesso, prestígio e tantas outras benesses.

Você adquire e a dita felicidade não chega como prometido.

O que chega é a conta para pagar e mais responsabilidades e tensões.

Perde-se aí um tempo precioso de tranquilidade e bem viver.

Portanto, pense bem se a necessidade que você acredita ser sua é sua mesmo, ou é de quem não se importa nadinha com você. Se a realização dos interesses dos outros não prejudicam os seus interesses.

Vale a pena avaliar para que você reduza suas tensões e então possa cumprir apenas com aquilo que lhe cabe, mais do que suficiente para ser muito feliz e dormir bem.

3.  Seguir as ondas da natureza

“Somos feitos para seguir as ondas da natureza e não para lutar contra elas”.

Tudo na natureza tem um ritmo cadenciado, ordenado e relacionado com tudo o mais, como diz a Física.

Os estudos científicos mostram que nas medições de tempo e espaço, há um ritmo básico do corpo que se repete a cada 24 horas. É chamado de ritmo circadiano – cerca de um dia (em latim).

Inúmeras coisas e movimentos acontecem repetidamente com todos os elementos existentes na natureza.

A Terra gira em seu próprio eixo em 24 horas e temos o dia e a noite.

E no giro dela em torno do Sol, que dura 365 dias, temos as quatro estações, que propiciam o cultivo de alimentos adequados ao bem estar do corpo nos 4 períodos.

Agora eu pergunto: que argumento você teria para fazer diferente?

Não há argumento plausível. São as forças da natureza que estão no comando.

Cabe a nós apenas segui-las, mesmo porque não há qualquer razão para não fazê-lo. Só há ganhos e sucessos.

Dessa forma, é prudente observar os sinais do próprio corpo.

Agir durante o dia e dormir o suficiente à noite.

Apenas isso já alinha você aos ritmos naturais, espontaneamente.

4. Siga os horários ideais de dormir

Para fluir de acordo com as leis naturais é preciso que se respeite a necessidade fisiológica do corpo de reparação com o repouso adequado e suficiente.

E isto está diretamente ligado a rotação do planeta Terra.

Conforme o movimento vai ocorrendo, o corpo vai sendo influenciado a suprir as necessidades de cada horário para manter o equilíbrio.

Por ora, nas 24 horas do dia, atente-se a dois períodos básicos: Divida o dia em duas partes – uma das 6:00 às 18:00 e outra das 18:00 às 6:00.

Agora, foque-se nesse último período. Seguindo o ritmo da natureza, a partir das 18:00, o corpo começa a se aquietar, até atingir um estado calmo para dormir, ou seja, menos agitação mental e física.

Para tanto, reavalie se você está fazendo atividades que te agitem demais a partir do entardecer.  Se o corpo não conquista a calma suficiente para descansar e eliminar as tensões do dia, você passará a acordar com cansaço, frequentemente.

5. Não apoiar ações incorretas

Reveja seus conceitos. Pode ser um a um, quando surgir um questionamento qualquer. Agora, para que seus conceitos sejam renovados e melhorados o que se deve ter em mente é: “Realize seus interesses sem prejudicar os interesses dos outros”.  Isto é verdadeiramente poderoso.

A desordem não favorece ninguém, nem aos mais abonados.

Diante disso lembre-se de uma coisa. Não duvide nunca disso: “Nada que for contra a evolução das pessoas dura muito”.  Você duvida que um dia a casa caia? Eu não!

Então como fazer: Cumpra, à risca, as leis tributárias, de trânsito, as normas do condomínio, enfim, cumpra o que diz o código civil. Já está de ótimo tamanho. Agindo assim já estará, de alguma maneira, cumprindo as leis naturais, porque as leis dos homens foram feitas para regular o comportamento humano para estabelecer a melhor convivência possível, o que cria paz coletiva!

6. Cuidar da alimentação melhora o sono

Aquilo que ingerimos também afeta o sono.

A dica aqui é: Cuide para consumir alimentos sadios. Comece a se interessar com a procedência dos alimentos que você leva à mesa de sua família. Você vai se deparar com toda a cadeia de produção e então terá como analisar se àquilo é saudável ou não. Não deixe que os outros cuidem de sua saúde. Tome isso para você. Logo verá que sai mais barato e te consome bem menos tempo.

Outra orientação básica: Para adormecer, o metabolismo do corpo precisa ser reduzido. Ao ingerir alimentos, a taxa metabólica se eleva, justamente para que o corpo extraia a energia da comida. Desse modo, procure fazer sua refeição da noite de 2 a 3 horas antes de deitar, cuidando para que o deitar não ultrapasse muito além das 22:30. Além disso, cuide para ingerir alimentos de fácil digestão. Senão vai ter briga, ou seja, a taxa metabólica querendo se reduzir porque a noite chegou e o corpo tendo que processar um alimento pesado, por horas. Concorda que há um impasse?  Isso é sobrecarga de experiência. O corpo se cansa demais e o sono fica ruim.

7. Atente-se para a responsabilidade socioeconômica e ambiental do consumidor

Todas as pessoas consomem coisas, diariamente. Porém, nesse exato momento de grandes problemas globais, que vão desde a saúde da população até a preservação dos ecossistemas, assim como a natureza os fez, é inconcebível que não tomemos consciência que estamos todos no mesmo barco.

A Terra não aguenta mais o desperdício. A água está sumindo e isso repercute direta e indiretamente em vários aspectos e níveis da vida humana.

Então toda vez que você for adquirir qualquer coisa, pense bem. Você realmente precisa daquilo? Você já tem roupas, por exemplo. Faça uma análise de quanto tempo você poderia ficar sem comprar uma peça sequer.

O mundo precisa ser mais econômico, assim como a natureza é.

8. Desperdício dos recursos naturais

Reflita aqui se aquilo que você adquire você realmente precisa.

Quando você adquire somente o que precisa, você ganha tempo e economiza dinheiro para usufruir de outros valores da vida, além de ganhar mais tranquilidade.

Quando você adquire o que os outros dizem que você precisa, certamente você estará apoiando ações incorretas que, certamente, promovem o desperdício de recursos naturais.

Evite compactuar com isso..

Os recursos naturais são finitos..

A humanidade demorou demais para se convencer disso. Agora resta-nos economizar ao máximo para dar tempo da natureza se refazer. E aprender, definitivamente, que sabendo usar não vai faltar.

9. Seguir o Sol

Isso você não deve esquecer, nunca. O astro maior da nossa Galáxia, foi considerado divindade por todas as civilizações antigas, em todos os tempos, por sua extrema importância como principal regulador da vida humana. Seguir seu aparente movimento diurno favorece que as ações sejam de acordo com as interligadas leis naturais. O poente indica que é o tempo do repouso e o sono vem poucas horas depois, naturalmente.

Deixar-se guiar pelo movimento ele te despertará antes da aurora e assim você vai acordar bem disposto, com pique, de bom humor e cheio de entusiasmo e com a mente aliviada. Esse é o resultado de fluir de acordo com as ondas da natureza.

Você merece! Ajuste-se e viverá muito melhor.

10. Invista em sua felicidade, pois só você poderá chegar a ela.

Aqui uma orientação ouvida na igreja: “Seja uma pessoa boa que serás feliz e alcançarás o reino de Deus”. Para ser feliz é preciso ser uma pessoa boa, eu repetia mentalmente. Mas qual era a medida? Ah! Como isso me torturou. Até eu descobrir um grande equivoco de entendimento, ou seja, que o efeito foi confundido com a causa.

Na verdade a indicação correta é : Seja feliz e então serás uma pessoa boa. Agora sim faz sentido.  É bem mais fácil ser feliz e então, espontaneamente, cada um será uma pessoa boa.

Para ter felicidade, que é o propósito da criação, basta não arrumar para a própria cabeça.

Ajuste-se, nem que seja aos poucos, para fluir conforme as leis naturais para que tudo se organize facilmente e você só tenha vantagens.

Assim, você não precisará apostar na sorte. A ordem, na sua vida, se estabelece para valer e, como dizem por aí: “E vamos para o abraço”.

Terezinha Gnoatto

Saiba mais em: www.escoladosono.com.br

COMPARTILHE
CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos. Sejam sempre bem-vindos! Josie Conti



COMENTÁRIOS