10 filmes cheios de significado

Por Carlos N. Mendes

Seria impossível falar em filmes que trazem profundo significado sem mencionar Ingmar Bergman. Bergman é essencialmente um autor de histórias adultas, extremamente cinematográficas e plenas de questionamentos.
Também há Eric Rohmer, um “Bergman” francês, mas com um estilo mais ‘latino’. Esse diretor apresenta diálogos densos, mas tão interessantes que fazem com que quem assiste se sinta dentro do próprio drama. Destaco, entre seus filmes,  ‘Amor à Tarde’ e ‘Minha Noite com Ela’.

Atom Egoyan, egípcio que vive no Canadá , Andrei Tarkovski, russo e Akira Kurosawa, japonês, são cineastas que você pode pegar qualquer filme e aprender algo mais sobre a vida.

Abaixo, alguns dos filmes que considero cheio de significados. Eu não poderia dizer que são “os 10 melhores”, uma vez que nossos gostos mudam com o tempo assim como nossas memórias também não são tão confiáveis.

É uma lista que considero simples e não tecnica, mas que compartilho para quem quiser ver bons filmes.

1-  Cemitério dos Vagalumes (Isao Takahata, 1988)

Título original: Hotaru no Haka

Sinopse:

O filme relata a história de dois irmãos, Seita e Setsuko, no período da Segunda Guerra Mundial no Japão. O pai deles é convocado a defender o país na guerra, pois faz parte da marinha japonesa, e a mãe falece em um bombardeio de aviões norte-americanos.

A partir daí, o filme mostra a luta pela sobrevivência das duas crianças, em meio à pobreza e miséria que assola o país. Fome, doenças e a falta de generosidade e de sensibilidade dos adultos faz deste percurso um dos filmes mais bonitos e comoventes sobre o trágico quadro gerado pela guerra.

maxresdefault (1)

2- A Partida (Yojiro Takita, 2008)

Título original: Okuribito

Filme japonês sobre um preparador de funerais, de uma carga emocional surpreendente.

Sinopse:

Daigo Kobayashi (Masahiro Motoki) é um jovem recém-casado que encontra-se sem emprego após o dissolvimeto subito da orquestra na qual tocava.

O casal resolve voltar à cidade natal de Daigo, para que possam reiniciar a vida. No entanto, o trabalho que Daigo encontra na cidade é como “nokanshi”, uma pessoa que prepara os mortos para o velório e cremação. Neste encontro com a morte, Daigo descobrirá sentido em sua vida.

departures

3-  Dois Dias, Uma Noite (Jean-Pierre Dardenne, Luc Dardenne, 2015)

Título original: Deux Jour, Un Nuit

O filme é sobre uma operária tentando salvar seu emprego em meio a uma crise depressiva. A ‘secura’ que percebo no atual cinema francês não tira valor emocional algum no resultado final, acredite.

Sinopse:

Na Bélgica, Sandra (Marion Cotillard) ficou afastada do trabalho por depressão e, quando retorna, descobre que seus colegas aceitaram receber um bônus salarial no lugar de sua vaga. Agora com a ajuda do marido (Fabrizio Rongione), ela tem apenas um final de semana para fazer os colegas mudarem de ideia, para que ela possa manter seu emprego.

deux-jours-une-nuit-6-g

4- Thelma & Louise (Ridley Scott,1991)

Título original: Thelma & Louise
O cinema comercial americano às vezes consegue transformar lições de vida em produtos muito interessantes. O valor deste está em mostrar que o que você quer está ali, depois do medo.

Sinopse:

Louise Sawyer (Susan Sarandon) é uma garçonete quarentona e Thelma (Geena Davis) é uma jovem dona-de-casa. Cansadas da vida monótona que levam, as amigas resolvem deixar tudo para trás e pegar a estrada. Durante a viagem, elas se envolvem em um crime e decidem fugir para o México, mas acabam sendo perseguidas pela polícia americana.

00-thelma-e-louise-papo-de-cinema

5-  Namorados para Sempre (Derek Cianfrance, 2011)

Título original: Blue Valentine

Cinema alternativo americano. Ao contrário do título, a historia se foca no exato momento que uma relação morre.

Sinopse:

Casados há vários anos e com uma filha, Cindy (Michelle Williams) e Dean (Ryan Gosling) são jovens da classe trabalhadora que passam por um momento de crise, vendo o relacionamento ser contaminado por uma série de incertezas. Ele trabalha como pintor, enquanto que ela é enfermeira de uma clínica médica. Seguem em frente e tentam superar os problemas, se baseando no passado que fez com que se apaixonassem um pelo outro.

bluevalentine

6-  12 Anos de Escravidão (Steve McQueen, 2014)

Título original: 12 Years a Slave

Terrível, amargo, lindo.

Sinopse

1841. Solomon Northup (Chiwetel Ejiofor) é um escravo liberto, que vive em paz ao lado da esposa e filhos. Um dia, após aceitar um trabalho que o leva a outra cidade, ele é sequestrado e acorrentado. Vendido como se fosse um escravo, Solomon precisa superar humilhações físicas e emocionais para sobreviver. Ao longo de doze anos ele passa por dois senhores, Ford (Benedict Cumberbatch) e Edwin Epps (Michael Fassbender), que, cada um à sua maneira, exploram seus serviços.

12-anos

7- A série “Antes”: Amanhecer/ Pôr-do-Sol/ Meia-Noite:

Antes do Amanhecer, 1995

Antes do Pôr-do-Sol, 2004

Antes da meia noite, 2013

Dirigidos  por Richard Linklater e filmados com 10 anos de diferença entre si, com os mesmos atores.

Antes-do-Amanhecer-2

8-  Caché (Michael Heneke, 2006)

Sobre o passado que condena e que insiste em acertar as contas.

Sinopse: 

Um dia Georges (Daniel Auteuil) e sua esposa Anne (Juliette Binoche) recebem uma fita de vídeo com imagens de sua casa, que fora filmada por uma câmara instalada na rua. Depois disso começam a receber desenhos sinistros. Assustado, o casal tenta descobrir o autor daquelas misteriosas ameaças que perturbam a paz de sua família. Logo percebem que quem os persegue conhece mais sobre o seu passado do que eles poderiam esperar.

cache

9- Desejo e Reparação (Joe Wright, 2008)

Título original: Atonement

Um filme sobre a culpa e tudo o que ela carrega consigo.

Sinopse:

Em 1935, no dia mais quente do ano na Inglaterra, Briony Talles (Romola Garai) e sua família se reúnem num fim de semana na mansão familiar. O momento político é de tensão, por conta da 2ª Guerra Mundial. Em meio ao calor opressivo emergem antigos ressentimentos familiares. Cinco anos antes, Briony, então aos 13 anos, usa sua imaginação de escritora principiante para acusar Robbie Turner (James McAvoy), o filho do caseiro e amante da sua irmã mais velha Cecília (Keira Knightley), de um crime que ele não cometeu. A acusação na época destruiu o amor da irmã e alterou de forma dramática várias vidas.

desejotres

10 – O Pianista (Roman Polanski, 2002)

Saga de um sobrevivente da Segunda Guerra.

Título original: The Pianist

Sinopse:

O pianista polonês Wladyslaw Szpilman (Adrien Brody) interpretava peças clássicas em uma rádio de Varsóvia quando as primeiras bombas caíram sobre a cidade, em 1939. Com a invasão alemã e o início da 2ª Guerra Mundial, começaram também restrições aos judeus poloneses pelos nazistas. Inspirado nas memórias do pianista, o filme mostra o surgimento do Gueto de Varsóvia, quando os alemães construíram muros para encerrar os judeus em algumas áreas, e acompanha a perseguição que levou à captura e envio da família de Szpilman para os campos de concentração. Wladyslaw é o único que consegue fugir e é obrigado a se refugiar em prédios abandonados espalhados pela cidade, até que o pesadelo da guerra acabe.

As sinopses oficiais possuem dados da Wikipedia e do site Adoro Cinema.

 

COMPARTILHE
CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos. Sejam sempre bem-vindos! Josie Conti



COMENTÁRIOS