10 coisas que você não deve abandonar por um relacionamento

Por MANDY KLOPPERS, via life hack

1. Sua auto-estima / confiança / auto-confiança

Alguns relacionamentos despertam o melhor em nós, outros fazem com que nos sintamos indignos e não tenhamos mais certeza sobre nós mesmos. Se você achar que você está cheio de auto-dúvida e estão menos confiantes do que estavam no início da relação, pode ser a hora de analisar onde essa redução veio. Um relacionamento saudável deve fornecer uma base sólida para explorar o mundo e alcançar o nosso melhor. Se o seu relacionamento o torna “pequeno/a” e dilui seus pontos fortes é um sinal de alerta.

2. Sua independência – pessoal e financeira

Estar em um relacionamento pode ser uma experiência maravilhosa, amorosa. Entretanto é sempre importante manter a sua independência e resistir em criar uma identidade comum. Encontre os seus amigos; desfrute de interesses que nem sempre incluem o seu parceiro e mantenha uma conta bancária separada para si mesmo. Independência é saudável e ajuda sempre que você sentir que você está no relacionamento, porque você quer  a não ser porque você  precisa  estar.

3. O direito de decidir por si mesmo – a liberdade de escolha

Nunca desista de suas opiniões e liberdade de escolha para manter a outra pessoa feliz. O compromisso é importante e uma situação ganha-ganha é o resultado ideal, mas muito cuidado com parceiros que tentam controlar o tempo todo.Quer se trate de comentários negativos sobre a maneira de se vestir, a maneira de cozinhar e / ou limpar a casa ou os amigos que você tem – escolha para si mesmo e não seja manipulado para fazer coisas que você não concorda apenas pelo outro . Concessões são normais e saudáveis em uma relação mas o excesso delas pode levar ao anulamento pessoal, esteja atento para perceber a diferença.

4. O direito de ser você

Proteja suas características fundamentais e traços de personalidade e nunca desista da “essencial você. Todos nós mudamos em um relacionamentos, mas tome cuidado para que você não se esforçe demais e acabe se  perdendo no processo. Aqueles que você ama vão adorar você e todas as suas imperfeições. Tentar mudar a si mesmo Constantemente irá corroer sua confiança e auto-estima além de ser desmoralizante.

5. Sua felicidade

Há momentos em que o  medo da solidão pode ser maior do que o desejo de felicidade genuína. Como resultado, podemos permanecer em relacionamentos que não trazem o melhor de nós. Ficamos em relacionamentos sem brilho porque tememos o desconhecido. Você só tem uma vida – tente não desperdiçá-la em um relacionamento que te faz infeliz. Permita-se estar em uma relação que comprometida com seu sentimento de felicidade e satisfação a longo prazo. Se você se sentir desvalorizado e infeliz, pergunte-se por que e avalie se o relacionamento em que está não está relacionado com sua tristeza

6. Seus sonhos e objetivos

Nunca desista de seus sonhos por causa de um relacionamento. Um relacionamento deve ser um trampolim a partir do qual você perseguirá seus sonhos, em vez de um lugar que o mantém acorrentado e desiludido.Parceiros ciumentos e / ou inseguros tentam sufocar uma mente criativa, apaixonada e mantém seu parceiro talentoso onde eles sentem que podem manter o controle. Se isso soa como o seu relacionamento, preste muita atenção. Relacionamentos felizes incentivam a aventura e ajudam as pessoas para que elas progridam, em vez de as estagnar.

_______________________________________________________________________

Precisa de ajuda especializada? logo terapia saiba mais

____________________________________________________________________________________________

7. Relações existentes que são importantes para você

Bons amigos podem ser difíceis de encontrar e, se você tem alguns amigos maravilhosos e fiéis, nunca desista deles por um relacionamento. Qualquer parceiro que espera que você desista de amizades por ele ou ela é egoísta e provavelmente controlador. Um relacionamento saudável permite que amigos e familiares co-existam. Veja isso como um sinal de alerta se o seu parceiro tenta isolá-lo de seus amigos e familiares.

8. Sua auto-estima

Em nossa busca por amor podemos cruzar limites que normalmente nem consideraríamos. Quer se trate de se engajar em comportamentos humilhantes ou se permitir ser tratado de forma desrespeitosa, este é outro sinal de que o relacionamento não é bom para você. Nunca desista do seu direito de ser tratado com respeito e decência. Se alguém cruza essa linha, você deve se livrar dele ou dela imediatamente. Se você permitir que este tratamento ele vai se tornar pior e você vai acabar desprezando-se para permitir isso.

9. Sua identidade

Quando mergulhamos em um relacionamento, tendemos a assumir os interesses e hábitos de nossos parceiros. Não há nada de errado com esse processo de ‘espelhamento’ quando ele nos ajuda a nos relacionarmos e a nos sentimos mais em sintonia. O problema surge quando não temos um forte sentimento de autonomia e começamos a nos levar em muitas características do nosso parceiro em vez de desenvolver a nossa própria identidade. Se estamos muito influenciados pelos nossos parceiros, podemos parar de tomar decisões por nós mesmos e desviar o caminho da verdadeira auto-descoberta.

10. O seu poder de decisão

Pense em como um músculo enfraquece quando você deixa de usá-lo. Quanto mais nós nos deixamos levar pelas decisões de nossos parceiros, menos decisões tomamos por conta própria. Isso não significa que você tem que tomar todas as decisões sozinho, mas estar ciente dos hábitos que você quer ter antes de tomar uma decisão – especialmente se for para algo bastante fútil, como uma pequena compra da família. Pense por si mesmo e mantenha a sua tomada de decisões participativa. Isso ajuda a manter seu senso de individualidade, bem como a sua capacidade de se manter sobre seus próprios próprios pés.

Os relacionamentos podem ser o céu, mas eles também podem ser um inferno. Faça exames regulares de saúde no seu relacionamento e use as dicas acima para guiá-lo através do processo de avaliação de como feliz e saudável no seu relacionamento.

Traduzido e adaptado por Josie Conti

Você achou esse conteúdo relevante? Compartilhe!

COMPARTILHE
CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos. Sejam sempre bem-vindos! Josie Conti



COMENTÁRIOS